Música Japonesa.net


.
 Menu
Home
Músicas
Música Infantil
Cantores
Vídeos
Envie sua música
Contato
Rádios

. .
   Pesquisar

.
Junte-se a nós
Curta no Facebook

 Indique um vídeo do YouTube para esta música.



Fonte: | Tamanho: | Negrito | Itálico



AOI SHIORI (TRADUÇÃO) (GALILEO GALILEI)

Nossos sentimentos tem sido escritos
Em inúmeras páginas
Mas, por alguma razão,
Eu não consigo preencher essa única linha vazia
Eu coloquei uma flor prensada como marcador
E pedalei, com você, a bicicleta que havíamos encontrado jogada
Nós empilhamos os tijolos que esquecemos
E então rasgamos eles novamente
Estamos sendo puxados ao mesmo nível, para sermos iguais
Já todos cansados de se divertirem
Tenho certeza que não nos lembraremos
Do assustador céu azul

Dessa forma, um feixe de luz
É agora empurrado em minha direção
Vocês dois ainda estão lá. Mas, eu já estou rezando
Para que nos encontremos de novo
Deve ter algo errado comigo

Minha mão que vira para a próxima página
E a misanga que prendi com meus lábios
Hey, hoje é hoje e isso não vai mudar
Se chover, poderemos conversar por telefone

Desse jeito, eu empurro a você
(Antes que eu percebesse, a misanga caiu)
A minha bondade
(Mas, por alguma razão, não consigo dizer)
Realmente tem algo errado comigo

Se você escolher qualquer um
Irá se quebrar fazendo barulho -
É isso que o amor é,
Eu brinquei e você riu

Ainda bem que consegui a tempo,
Fingindo não saber, a cidade foi dormir
Vamos para aquele lugar
Onde empilhamos os tijolos esquecidos
Subindo aquela colina de onde enxergamos o mar,
Embaixo desse assustador céu azul
Minha mão direita segura um refrigerante
E minha mão esquerda está sempre procurando por você

Desse jeito, com meus dois braços ocupados
Eu abraço a brisa refrescante
O tempo ainda é nosso para gastar,
Então eu preferiria que você não dissesse
Que esqueceremos desse dia, algum dia

Desse jeito, o presente vem até mim
Sem fazer nenhuma pergunta
Eu presumo que vocês dois ainda estão lá
"Ah sim, as palavras para preencher o espaço em branco são - "
Não, ainda não vou dizer.

Minha mão que vira para a próxima página
E a misanga que desamarrei com meus lábios
O primeiro trem do dia e uma rara pequena felicidade
Hey, hoje é hoje, e isso não vai mudar

Realmente deve ter algo estranho comigo


Imprimir

Enviada por: nicolas sato tanaka



.
 Colaborador
E-mail
Senha
Esqueci a Senha
Cadastre-se

. .
   Novidades

Cadastrar
Descadastrar
Online: 96